Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

O capital erótico impulsiona carreiras?

Imagem
Christine acumulava um currículo respeitável muito antes de substituir, em junho deste ano, o também francês Dominique Strauss-Kahn, afastado depois de suposto envolvimento em um escândalo sexual. Especialista em direito internacional, ela chefiou o braço europeu de uma prestigiada banca americana de advocacia até entrar para a política em 2005. Em pouco mais de cinco anos, chefiou três ministérios do governo francês, incluindo o das Finanças, tornando-se, em 2007, a primeira mulher a comandar uma pasta dessa importância em um país do G8. Christine tinha todas as qualificações acadêmicas e profissionais para ocupar o cargo. Mas nem por isso descarta a importância de outras características pessoais em suas conquistas até aqui. Entre elas a preocupação em manter uma aparência sempre impecável. Ex-integrante da seleção nacional de nado sincronizado, aos 55 anos ela admite que chega a perder horas de sono para manter a silhueta esguia, frequentemente exibida em tailleurs bem cortados. No fin…

Como lidar com a paquera no ambiente de trabalho?

Imagem
Não é novidade que muitos casais se formam em um ambiente de trabalho. Pesquisas apontam que relacionamentos estão se tornando cada vez mais comuns dentro das empresas. Com as jornadas de trabalho cada vez mais longas, as pessoas se aproximam muito mais do que em tempos passados, é uma consequência natural, quanto maior o tempo que se passa junto a um grupo, mais estreitos os laços se tornam, mais se conhece intimamente aquele que está ao seu lado, mais se compartilha sobre questões pessoais e cria-se o terreno para que venham também a desenvolver relacionamentos para além de uma amizade.

Um outro fator que contribui para esse cenário é o fato das empresas com características mais jovens, com conceitos menos tradicionais e que, apesar da hierarquia lidam bem e melhor com a informalidade nas relações. Salvo algumas empresas que preservam a proibição dos namoros, muitas se redefiniriam e permitem que eles aconteçam; o que não muda, entretanto, é a necessidade de seguir cer…

Afinal, o que é amar alguém? Existe alma gêmea?

Imagem
"Um bom indicador da veracidade de nosso amor por alguém é o quanto ele nos transforma, o quanto cedemos, vencendo o nosso egoísmo e narcisismo e evoluindo para vivê-lo intensamente"Afinal o que é o amor? Como é o amor? Existe realmente uma única definição para um tema tão complexo ou estamos reféns do relativismo? E, então, haverá tantas definições de amor quantas pessoas neste planeta?
Longe de desenvolver complicadas teses filosóficas a este respeito, sejamos práticos, vamos primeiro definir o objeto do nosso amor: ele está centrado em nós, no outro, ou em um tipo especial de relação entre nós e o outro?
Será que encontrei, de fato, o amor de minha vida?

Todos os dias você encontrará pessoas reclamando que não encontraram o grande amor de suas vidas. Não encontraram? Não procuraram? Não sabiam o que estavam procurando? Encontraram e não reconheceram? Encontraram e não souberam valorizar?

Na vida, você não encontra o que procura, apenas o que está preparado para encontrar.